Compartir

dublagem Brasileira de animes é algo que sempre divide a opinião dos fans:uns amam e tem muitos que não gostam de ver dublado e até julgam aquelas pessoas que assistem anime dublado.

Bem…pra você entender melhor o contexto da história da Dublagem Brasileira em animes,vamos recapitular alguns fatos.

Anos 90: O auge e a popularização dos animes no Brasil

Em 1994,a extinta Rede Manchete trouxe o anime “Cavaleiros do Zodíaco” (Saint Seiya) pro Brasil em parceria com uma distribuidora espanhola,sendo dublado no antigo estúdio Gota Mágica,em São Paulo,fazendo um sucesso INIMAGINÁVEL pra época,atraindo vários fans até hoje aqui no Brasil.

Graças a Rede Manchete, vários animes conhecidos chegaram aqui como Sailor Moon e Yu Yu Hakusho. E aproveitando o “hype”, várias emissoras de televisão tiveram interesse em exibir animes na sua programação,como a Globo no caso de Digimon Adventures,o SBT com a versão clássica de Dragon Ball (que sería redublado para ser exibido na Globo anos depois),a Record com Pokémon, entre várias outras,tanto de Tv aberta como fechada.

Anos 2000: Toonami na CN, Animax Brasil e o “causador do caos” na dublagem Brasileira de anime: Naruto!

No finalzinho dos anos 90 pro início dos anos 2000,a tv por assinatura estava chegando no Brasil e nisso, vários canais vieram para cá trazendo vários conteúdos, incluindo anime. Os mais marcados por isso foi os canais Locomotion, que graças a ela tivemos a estreia de Neon Genesis Evangelion aqui no Brasil, que em seguida, após a compra pela Sony acabou virando o Animax Brasil, trazendo vários outros animes como Fullmetal Alchemist,Hunter x Hunter (Versão de 99),etc.

Também tivemos a Cartoon Network trazendo animes num programa específico pra eles: o Toonami. Nesse programa tivemos cavaleiros do Zodíaco,agora com uma nova dublagem,agora feita na Álamo, Dragon Ball Z e GT, InuYasha,e aí que vem o “causador do caos”: Naruto.

Naruto era distribuído pela VIZmedia e chegou no Brasil em 2007(sendo que o anime originalmente já tava indo no Shippuden, então ela enrolou pra trazer aqui) na CN e alguns meses depois no SBT. Naquele época,a internet estava crescendo muito aqui,com várias pessoas começando a ter acesso a conteúdos mais rápido do que na TV, só que no áudio original legendado(e por meios piratas também).

E assim, começou a ter um movimento de as pessoas só verem conteúdo legendado,nem querendo saber e até odiar ver conteúdo dublado,com a dublagem sofrendo um movimento de rejeição pelo público otaku brasileiro forte no início dos anos 2010.

Anos 2010(2011-2014): O pior período da Dublagem Brasileira de anime

No ano de 2011,o Animax Brasil fechou as portas,e nisso resultou na falta de animes inéditos no Brasil com dublagem,tirando várias exceções como Saint Seiya,Dragon Ball Kai e Pokemon.

Quase nenhuma emissora de Tv tinha interesse em exibir animes na sua programação, então as distribuidoras de animes não quiseram mais investir aqui…ficando num limbo de quase TRÊS ANOS!

2014- Atualmente: O boom dos animes em serviços de Streaming

Em 2010, a Netflix chegou aqui no Brasil, distribuindo seu conteúdo via streaming e no ano de 2014,ela resolveu disponibilizar dublagens internacionais de alguns animes que ela tem,entre eles Nanatsu no Taisai, Little Witch Academia, One Punch Man(licenciado pela VIZmedia/TeleVix),além dos originais que ela produz.

Em 2016,o serviço de streaming Crunchyroll chega no Brasil com o seu catálogo vasto de animes, primeiramente no áudio original legendado. Só que tempos depois ela começou a dublar seus animes em estúdios baratos(Campinas),mas pela pressão do público otaku,ela começou a dublar seus animes nos estúdios do eixo Rio-São Paulo,como Konosuba,Maid Dragon,Bungo Stray Dogs,etc.

O momento atual da Dublagem Brasileira nos animes

Agora em 2020,a distribuidora norteamericana Funimation estava com planos de lançar seu projeto na América Latina, incluindo o Brasil,o seu serviço de streaming “Funimation Now”,que assim como a Crunchyroll,tem o seu catálogo vasto de anime com vários relevantes como My Hero Academia,Shingeki no Kyojin,Tokyo Ghoul,que ela tem os direitos de dublagem e estaria bancando a dublagem brasileira para a DuBrasil em São Paulo e a Dublagem em Espanhol latino no estúdio The Kitchen que tem sua sede nos Estados Unidos,mas que também tem um estúdio no México, onde também está sendo feita a dublagem latina desses animes distribuídos pela Funi.

Porém, devido a pandemia mundial de COVID-19, vários projetos de dublagem tiveram que ser adiados,incluindo de animes como o Pack de Animes Dublados da Crunchyroll,os animes da Netflix (Shungeki no Soma,a Redublagem Brasileira e latina de One Piece) e o projeto “Funimation Now”. Mas depois dessa pandemia passar,tenha certeza que vários animes conhecidos (e alguns nem tanto) vão chegar aqui no Brasil via serviços de streaming. Então quando você ver um anime,veja por esses serviços,por mais que custe dinheiro,vale a pena e você está incentivando a indústria de anime e esses serviços para trazer mais conteúdos de qualidade pra você.

Compartilhar
fb-share-icon0
Tweet 20
2 de junho de 2020