AnimeDublagemOpinião

Opinião: Por quê as dublagens em PT-BR da Funimation dividiu muitas opiniões?

Esse artigo é de OPINIÃO, e mesmo se não concorde com ela, que pelo menos, ela seja respeitada.

Bem, a Funimation anúnciou oficialmente em junho a sua chegada ao Brasil, que aconteceu nesse mês de dezembro, junto com o México.

Porém, desde mais ou menos no início do ano, estava se especulando muito sobre alguns animes dessa plataforma estarem sendo dublados em português brasileiro, principalmente com My Hero Academia, que de primeiro momento, poderia estar sendo dublado na The Kitchen de Miami e, que pra nossa sorte (o que não pode se dizer o mesmo para os mexicanos) não aconteceu.

Mas aí veio o aviso: que my Hero Academia estava em processo de dublagem, na DuBrasil, estúdio que está atualmente responsável pelas dublagens em PT-BR das sagas mais recentes de Saint Seiya: Os cavaleiros do zodíaco, porém, viria com um preço: a maioria do elenco dos filmes que foram dublados pela Sato Company foi trocada, mantendo o Felipe Volpatto como Midoriya e o Fábio Lucindo no Bakugou, o que gerou muito hate pelo estúdio de dublagem e até pro Hermes Barolli, dono dele, e uns pediam calma pra ver o resultado final, outros já chegavam “descendo a lenha” no estúdio, por algumas escolhas de vozes no anime.

Meses foram passando e no meio do mês passado, a funimation foi lançada no Brasil, como uma “fase beta”, e mostrou todas as suas dublagens feitas na DuBrasil: Tokyo Ghoul, My Hero Academia, Attack on Titan, Assassination Classroom, Kekkai Sensen, Clairmore, Overlord e Steins:Gate.

My Hero Academia

Apesar das trocas que teve, teve um trabalho bacana do estúdio, com algumas vozes se destacando como o Nestor Chiesse no All Might, que apesar de eu gostar do trabalho do Guilherme Briggs, acho que a voz do Nestor ficou melhor no personagem. Também outras vozes eu achei interessante como a Luiza Horta na Uraraka, o Bruno Casemiro no Kirishima, e etc…

Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)

Com certeza, essa foi a que mais gerou discussões entre o pessoal que discute sobre esse meio da dublagem brasileira de animes, já que no elenco teve vozes que sinceramente, algumas poucas pessoas ouviram falar, mas que ao menos,deram conta do recado, como o Bruno Sangregório no Levi.

Algumas vozes já eram conhecidas, como o Lucas Almeida, que fez o personagem “Simbad” em ” Magi: The adventures of Simbad”, além do fato de ele ter seu canal no YouTube que ele fala sobre games e de dublagem, o “DublandoCoisas”, com mais de 600 mil inscritos.

Apesar de terem gerado várias críticas, a dublagem BR de AoT não é aquela “best brazilian dubs de 2020”, mas não é aquela dublagem que você se incomoda de ouvir, no caso, é mais de gosto do expectador mesmo.

Tokyo Ghoul:

Tokyo Ghoul todo mundo já sabia que iria ganhar dublagem, já que foi o primeiro teaser dublado que a Funimation lançou por aqui, e praticamente todo mundo já sabia que o Alex Minei iria fazer o Kaneki nessa dublagem.

Eu não cheguei a ver a dublagem em si, mas o que eu boto é que foi uma das “dublagens que passaram batido” da Funi, mas não é porque a dublagem tava ruim, e sim pelo hype que o pessoal estava com a dublagem de My Hero Academia e Attack on Titan, que foi um dos motivos dessa dublagem ter passado batido pelo público.

Overlord

Esse pra mim, é uma das melhores dessa leva. Apesar dos pesares, o Dlaigelles conseguiu dar um tom de voz bacana pro Ainz melhor do que a do trailer. Mas uma coisa que me incomodou um pouco foi a da Thai Marciano na Albedo, que na minha HUMILDE opinião, ela ficou meio “presa” fazendo a personagem, mas a voz dela ficou bacana, eu acho que era mais questão de se soltar mais…

Assassination Classroom

Uma coisa que eu já sabia de Assassination Classroom era que o Spencer Toth iria fazer o koro sensei, ou melhor, PROFESSOR KORO.

Eu nunca tive a experiência de ver esse anime, nem mesmo legendado, mas até que a dublagem não está ruim, o Spencer dá aquele tom de voz interesante que é meio que engraçado e sarcástico ao mesmo tempo, eu achei interessante…

Blood Blockead battlefront (Kekkai Sensen)

Um caso curioso: acho que se alguém que me segue nas redes sociais já sabia que de primeiro momento eu estava com o “pé atrás” sobre as dublagens da DuBrasil pra Funi, e eu fiz um comentário desse estilo no Facebook nesse período e um tal de Thiago Córdova acabou reagindo a esse comentário…

E eis que esse Thiago aí acabou sendo anunciado como o dublador BR do Léo Watch em Kekkai Sensen, e apesar de eu nunca ter visto outro trabalho dele antes, com os trechos que eu vi dele nesse anime, até que me surpreendeu… Muitas pessoas tiveram uma recepção boa sobre a dub Br de Kekkai Sensen, o que foi uma boa escolha.

Clairmore

Mais um anime do caso do “passou batido pelo hype da dub de Aot e Mha”: apesar de ter dubladores conhecidos como no caso da Fernanda Baronne como a protagonista, a Clair, infelizmente a dub passou batida pela maioria do público, mas é uma dublagem bacana.

Steins:Gate

Pra mim, eu não curti muito a dublagem de Steins: Gate, mas acho que não teve uma boa escolha de vozes pro anime pra alguns personagens, como o Okabe (não tenho nada contra o André Rinaldi, pra deixar bem claro)

Mas claro, eu só vi o trailer dublado, eu não cheguei a ver o anime todo em si dublado, mas em si eu possa mudar a minha opinião sobre essa dub…

Conclusão:

Teve alguns trabalhos bons, mas teve alguns trabalhos que não foram lá aquela coisa, mas é assistivel, mas claro, depende do gosto do expectador, ou seja, VOCÊ!

O QUE VOCÊ ACHOU SOBRE ESSAS DUBLAGENS QUE A DUBRASIL FEZ PARA A FUNIMATION?

COMENTEM 👇

Mostrar mais

Zeka Lima

sou redator/CEO da FuniAnime Brasil, uma pessoa que fala sobre animes e tem um sonho...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo