MundoNotíciaTecnologiaVideogame

The Game Awards 2020: Confira os indicados

Sony Interactive Entertainment é a que tem mais indicações esse ano.

Os indicados para o The Game Awards 2020 foram anunciados, selecionados por um júri global de mais de 95 jornalistas de vários veículos jornalísticos.

Este ano, a Sony Interactive Entertainment é a publicadora mais indicada, com 22 indicações no total. Esta é a segunda maior contagem de indicações para publicadoras na história do The Game Awards, depois das 23 indicações da Nintendo no The Game Awards 2017.

Os usuários podem votar agora em todas as categorias no site oficial da The Game Awards.

O The Game Awards 2020 será transmitido ao vivo no dia 10 de dezembro em mais de 45 plataformas digitais no mundo inteiro.

Game Of The Year:

Um jogo que foi reconhecido por oferecer a melhor experiência em todos os campos criativos e técnicos esse ano.

  • Animal Crossing: New Horizons (Nintendo)
  • DOOM Eternal (id Software/Bethesda Softworks)
  • Final Fantasy VII Remake (Square Enix)
  • Ghost of Tsushima (Sucker Punch/Sony Interactive Entertainment)
  • Hades (SuperGiant Games)
  • The Last of Us Part II (Naughty Dog/Sony Interactive Entertainment)

Melhor direção de jogo:

Concedido para o jogo com a visão criativa e inovação na direção e design de jogos.

  • Final Fantasy VII Remake (Square Enix)
  • Ghost of Tsushima (Sucker Punch/Sony Interactive Entertainment)
  • Hades (SuperGiant Games)
  • Half-Life: Alyx (Valve)
  • The Last of Us Part II (Naughty Dog/Sony Interactive Entertainment)

Melhor Narrativa:

Para a melhor narrativa e desenvolvimento narrativo em um jogo esse ano.

  • 13 Sentinelas: Aegis Rim (escrito por George Kamitani)
  • Final Fantasy VII Remake (escrito por Kazushige Nojima, Motomu Toriyama, Hiroaki Iwaki e Sachie Hirano)
  • Ghost of Tsushima (escrito por Ian Ryan, Liz Albl, Patrick Downs e Jordan Lemos)
  • Hades (escrito por Greg Kasavin)
  • The Last of Us Part II (escrito por Neil Druckmann e Haley Gross)

Melhor Direção de Arte:

Para o jogo que teve as melhores realizações criativas e técnicas excepcionais em design artístico e animação esse ano.

  • Final Fantasy VII Remake (Square Enix)
  • Ghost of Tsushima (Sucker Punch/Sony Interactive Entertainment)
  • Hades (SuperGiant Games)
  • Ori and the Will of the Wisps (Moon Studios/Xbox Game Studios)
  • The Last of Us Part II (Naughty Dog/Sony Interactive Entertainment)

Melhor trilha sonora e música:

Para o jogo com as melhores músicas do ano, incluindo partituras, canções originais e/ou trilha sonora licenciada.

  • DOOM Eternal (composta por Mick Gordon)
  • Final Fantasy VII Remake (composta por Nobuo Uematsu, Masashi Hamazu e Mitsuto Suzuki)
  • Hades (composta por Darren Korb)
  • Ori and the Will of the Wisps (composta por Garreth Coker)
  • The Last of Us Part II (composta por Gustavo Santaolala com música adicional de Mac Quayle)

Melhor Design de Áudio:

O jogo reconhecido com o melhor áudio e design de som do ano.

  • DOOM Eternal (id Software/Bethesda Softworks)
  • Half-Life: Alyx (Valve)
  • Ghost of Tsushima (Sucker Punch/Sony Interactive Entertainment)
  • Resident Evil 3 (Capcom)
  • The Last of Us Parte II (Naughty Dog/Sony Interactive Entertainment)

Melhor performance:

Concedido ao indivíduo que fez a melhor dublagem, captura de movimento e/ou performance do ano.

  • Ashley Johnson como Ellie em The Last of Us Part II
  • Laura Bailey como Abby em The Last of Us – Part II
  • Daisuke Tsuji como Jin Sakai em Ghost of Tsushima
  • Logan Cunningham como Hades em Hades
  • Nadji Jeter como Miles Morales em Homem-Aranha da Marvel: Miles Morales

Jogos de Impacto:

Para um jogo instigante com um significado ou mensagem pró-social.

  • If Found… (Dreamfeel)
  • Kentucky Route Zero: TV Edition (Cardboard Computer)
  • Spiritfarer (Thunder Lotus Games)
  • Tell Me Why (Dontnod Entertainment/Xbox Game Studios)
  • Through the Darkest of Times (Paintbucket Games)

Melhor jogo Ongoing:

Concedido ao jogo que teve um excelente desenvolvimento de conteúdo contínuo que evoluiu a experiência dos jogadores ao longo dos anos.

  • Apex Legends (Respawn Entertainment/Electronic Arts)
  • Destiny 2 (Bungie)
  • Call of Duty: Warzone (Infinity Ward/Activision)
  • Fortnite (Epic Games)
  • No Man’s Sky (Hello Games)

Melhor jogo indie:

Para realizações técnicas e criativas excepcionais em um jogo feito fora do sistema tradicional de publicadoras.

  • Carrion (Phobia Game Studio/Devolver Digital)
  • Fall Guys: Ultimate Knockout (Mediatonic/Devolver Digital)
  • Hades (Supergiant Games)
  • Spelunky 2 (Mossmouth)
  • Spiritfarer (Thunder Lotus Games)

Melhor jogo Mobile:

Para o melhor jogo em um dispositivo Mobile.

  • Among Us (Innersloth)
  • Call of Duty Mobile (Timi Studios/Activision)
  • Genshin Impact (miHoYo)
  • Legends of Runeterra (Riot Games)
  • Pokemon Cafe Mix (Genius Sonority/Nintendo)

Melhor Suporte da Comunidade:

Reconhecimento ao jogo que teve excelente suporte da comunidade, transparência e capacidade de resposta, incluindo atividades de mídia social e atualizações/patches do jogo.

  • Apex Legends (Respawn Entertainment/Electronic Arts)
  • Destiny 2 (Bungie)
  • Fall Guys: Ultimate Knockout (Mediatonic/Devolver Digital)
  • Fortnite (Epic Games)
  • No Man’s Sky (Hello Games)
  • Valorant (Riot Games)

Melhor jogo VR/AR:

Para a melhor experiência de jogo em realidade virtual (VR) ou aumentada (AR), independentemente de qual plataforma.

  • Dreams (Media Molecule/Sony Interactive Entertainment)
  • Half-Life: Alyx (Valve)
  • Marvel’s Iron Man VR (Camouflaj/Sony Interactive Entertainment)
  • Star Wars: Squadrons (Motive Studios/Electronic Arts)
  • The Walking Dead: Saints & Sinners (Skydance Interactive)

Jogo com a melhor inovação em Acessibilidade:

O software e/ou hardware reconhecido que está impulsionando por meio de adicionar recursos novos, tecnologia e conteúdo para ajudar os jogos a serem jogados e aproveitados por um público ainda mais amplo.

  • Assassin’s Creed Valhalla (Ubisoft Montreal/Ubisoft)
  • Grounded (Obsidian Entertainment/Xbox Game Studios)
  • Hyperdot (Tribe Games)
  • The Last of Us Part II (Naughty Dog/Sony Interactive Entertainment)
  • Watch Dogs: Legion (Ubisoft Toronto/Ubisoft)

Para o melhor jogo de ação:

Para os jogos do gênero de ação que tiveram o melhor combate esse ano.

  • DOOM Eternal (id Software / Bethesda Softworks)
  • Hades (Supergiant Games)
  • Half-Life: Alyx (Valve)
  • Nioh 2 (Team Ninja)
  • Streets of Rage 4 (Dotemu)

Melhor jogo de Ação/Aventura:

Para o melhor jogo de ação/aventura do ano, combinando combate com travessia e resolução de puzzles.

  • Assassin’s Creed Valhalla (Ubisoft Montreal/Ubisoft)
  • Ghost of Tsushima (Sucker Punch/Sony Interactive Entertainment)
  • Marvel’s Spider-Man: Miles Morales (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)
  • Ori and the Will of the Wisps (Moon Studios/Xbox Game Studios)
  • Star Wars Jedi: Fallen Order (Respawn Entertainment/Electronic Arts)
  • The Last of Us Part II (Naughty Dog/Sony Interactive Entertainment)

Melhor jogo de RPG:

Para o jogo com a melhor projetação e melhor personalização e progressão dos personagens dos jogadores, incluindo experiências multiplayer massivas (MMO’s).

  • Final Fantasy VII Remake (Square Enix)
  • Genshin Impact (miHoYo)
  • Persona 5 Royal (Atlus/P Studio /Sega)
  • Wasteland 3 (inXile Entertainment/Deep Silver)
  • Yakuza: Like a Dragon (Ryu Ga Gotoku Studio/Sega)

Melhor jogo de luta:

Para o melhor jogo desenvolvido principalmente em torno do combate mano a mano do ano.

  • Granblue Fantasy: Versus (Arc System Works/ Cygames/XSEED Games)
  • Mortal Kombat 11 Ultimate (NetherRealm Studios / Warner Bros. Interactive Entertainment)
  • Street Fighter V Champion Edition (Dimps/Capcom)
  • One Punch Man: A Hero Nobody Knows (Spike Chunsoft/Bandai Namco)
  • Under Night In-Birth Exe:Late[cl-r] (French-Bread/Arc System Works/Aksys Games)

Melhor jogo para a família:

Para o melhor jogo adequado para a família, independentemente do gênero ou plataforma.

  • Animal Crossing: New Horizons (Nintendo)
  • Crash Bandicoot 4: It’s About Time (Toys for Bob/Activision)
  • Fall Guys: Ultimate Knockout (Mediatonic/Devolver Digital)
  • Mario Kart Live: Home Circuit (Velan Studios/Nintendo)
  • Minecraft Dungeons (Mojang/Double Eleven/Xbox Game Studios)
  • Paper Mario: The Origami King (Intelligent Systems/Nintendo)

Melhor jogos Simulação/Estratégia:

Melhor jogo focado em simulação em tempo real ou baseada em turnos ou jogabilidade de estratégia, independentemente da plataforma.

  • Crusader Kings III (Paradox Development Studios/Paradox Interactive)
  • Desperados III (Mimimi Games/THQ Nordic)
  • Gears Tactics (Splash Damage/The Coalition/Xbox Game Studios)
  • Microsoft Flight Simulator (Asobo Studio/Xbox Game Studios)
  • XCOM: Chimera Squad (Firaxis/2K Games)

Melhores jogos de esportes/corrida:

Para os melhores jogos de esportes e de corrida tradicionais e não tradicionais.

  • DIRT 5 (Codemasters Cheshire/Codemasters)
  • F1 2020 (Codemasters Birmingham/Codemasters)
  • FIFA 21 (EA Vancouver/EA Sports)
  • NBA 2K21 (Visual Concepts/2K Games)
  • Tony Hawk’s Pro Skater 1+2 (Vicarious Visions/Activision)

Melhor jogo Multiplayer:

Para uma excelente jogabilidade e design multiplayer online, incluindo experiências cooperativas e massivamente multiplayer independentemente do gênero do jogo ou plataforma.

  • Animal Crossing: New Horizons (Nintendo)
  • Among Us (InnerslotH)
  • Call of Duty: Warzone (Infinity Ward/Activision)
  • Fall Guys: Ultimate Knockout (Mediatonic/Devolver Digital)
  • Valorant (Riot Games)

Criador de conteúdo do ano:

Para um streamer ou criador de conteúdo (Youtuber) que teve um impacto importante e positivo na comunidade em 2020.

  • Alanah Pearce
  • Jay Ann Lopez
  • Nickmercs
  • timthetatman
  • Valkyrae

Melhor jogo de estreia:

Para o melhor jogo de estreia criado por um novo estúdio independente.

  • Carrion (Phobia Game Studio/Devolver Digital)
  • Mortal Shell (Cold Symmetry/Playstack)
  • Raji: An Ancient Epic (Nodding Heads Games/Super.com)
  • Roki (Polygon Treehouse/United Label)
  • Phasmophobia (Kinetic Games)

Melhor atleta de eSports:

O atleta de eSports foi considerado o que mais se destacou por desempenho e conduta em 2020, independentemente do jogo.

  • Ian “Crimsix” Porter (Call of Duty)
  • Heo “Showmaker” Su (League of Legends)
  • Kim “Canyon” Geon-bu (League of Legends)
  • Anthony “Shotzzy” Cuevas-Castro (Call of Duty)
  • Matthieu “ZywOo” Herbaut (Counter-Strike: Global Offensive)

Melhor treinador de eSports:

O treinador de eSports foi considerado que mais se destacou pelo desempenho e conduta em 2020.

  • Danny “Zonic” Sorensen (Counter-Strike: Global Offensive)
  • Dae-Hee “Crusty” Park (Overwatch)
  • Fabian “Grabbz” Lohmann (League of Legends)
  • Lee “Zefa” Jae-Min (League of Legends)
  • Raymond “Rambo” Lussier (Call of Duty)

Melhor evento de eSports:

Evento mais reconhecido (em um ou vários dias) que proporcionou a melhor experiência da classe para os participantes e o público da transmissão.

  • BLAST Premier: Spring 2020 European Finals (Counter-Strike: Global Offensive)
  • Call of Duty League Championship 2020 (Call of Duty)
  • IEM Katowice 2020 (Counter-Strike: Global Offensive)
  • League of Legends World Championship 2020 (League of Legends)
  • Overwatch League Grand Finals 2020 (Overwatch)

Melhor jogo de eSports:

Para o jogo que forneceu a melhor experiência geral de eSports para os jogadores (incluindo torneios, suporte da comunidade e atualizações de conteúdo), independentemente do gênero ou plataforma.

  • Call of Duty: Modern Warfare (Infinity Ward / Raven Software / Activision)
  • Counter-Strike: Global Offensive (Valve)
  • Fortnite (Epic Games)
  • League of Legends (Riot Games)
  • Valorant (Riot Games)

Melhor host de eSports:

O melhor anfitrião ou comentarista de eventos de eSports (local e/ou transmitidos) em 2020, independentemente do jogo ou idioma.

  • Alex “Goldenboy” Mendez
  • Alex “Machine” Richardson
  • Effje “Sjokz” Depoortere
  • James “Dash” Patterson
  • Jorien “Sheever” Van Der Heijden

Melhor equipe de eSports:

A melhor equipe específica de eSports (não a organização completa) que foi considerada a mais destacada por desempenho e conduta em 2020.

  • Dawon Gaming (League of Legends)
  • Dallas Empire (Call of Duty)
  • G2 eSports (League of Legends)
  • San Francisco Shock (Overwatch)
  • Team Secret (DOTA 2)
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo